Uma plataforma tecnológica de logística colaborativa

Renato Povoas - Managing Partner Sustentabilidade 2015-08-18

A Marlo, empresa luso-norueguesa de consultoria e desenvolvimento de tecnologia para logística e transportes, desenvolveu o serviço MixMoveMatch.com, uma plataforma tecnológica de logística colaborativa multi-carregador e multi-operador.
O MixMoveMatch é um serviço 100% português, desenvolvido no centro de competências e desenvolvimento da Marlo em Lisboa.
Atualmente, na Europa, “um em cada quatro camiões ou veículos de distribuição circulam vazios”. Além disso, “a taxa média de ocupação de camiões é de aproximadamente 52%, o que traduz um grande desperdício de recursos e dinheiro e um peso extra para a sociedade em termos ambientais”, refere a empresa.
Este serviço surge na sequência de um desafio lançado à Marlo pela 3M Europa e DHL para o desenvolvimento de uma solução baseada num modelo Software as a Service, ou seja, uma plataforma apoiada na cloud e na plataforma Azure da Microsoft.
Neste sentido, o MixMoveMatch “vem colmatar a falta de articulação entre os vários intervenientes na cadeia logística para otimizar a taxa de ocupação dos veículos para cerca de 90% da sua capacidade total, através da gestão inteligente do transporte, de acordo com a receção das mercadorias e respetivo tratamento, mediante a sua proveniência, tipo e destino final”.
Segundo a empresa, “ao invés de os fornecedores enviarem para os centros logísticos os camiões com carga de um único cliente (…), estes poderão ser encaminhados para os centros logísticos mais próximos ou convenientes, onde ocorre a desconsolidação, ordenamento (mix) e reenvio da carga, que reúne determinadas características para o centro logístico seguinte (move)”. O centro logístico seguinte “irá fazer novamente uma desconsolidação e posterior consolidação da carga que vai chegando, proveniente de diversas localizações, onde, com recurso ao MixMoveMatch, irá dar-se o processo de planeamento e reordenamento da mercadoria, mediante um conjunto de condições definidas pela hub (match)”. Por fim, a mercadoria segue para o cliente final ou para um novo centro logístico.