fbpx

Tem soluções inovadoras relacionadas com o Blockchain? O BlockStart está à sua procura!

Hoje em dia, o blockchain é cada vez mais utilizado pelas empresas, uma vez que é uma tecnologia capaz de dar eficiência aos processos de negócio. É com base nesta tendência que o BlockStart, o consórcio europeu liderado pela portuguesa Bright Pixel, anunciou que está à procura de soluções inovadoras para impulsionar a adoção do blockchain nas Pequenas e Média Empresas (PMEs).  

As candidaturas estão abertas até dia 10 de fevereiro e destinam-se a developers e startups que desenvolvam soluções baseadas na tecnologia blockchain, aplicadas aos setores do retalho, fintech e tecnologias de informação e comunicação. 

Qual é o objetivo desta iniciativa? Prestar apoio a 60 empreendedores e a 60 PMEs, com a ajuda de 800 mil euros da Comissão Europeia.

Um projeto composto por três calls, que decorrerão ao longo dos próximos dois anos e que, de início, procura as soluções mais inovadoras, passando-se depois à procura das PMEs que as irão implementar e validar. Após o fim das candidaturas desta primeira call serão selecionados 20 programadores e startups que receberão até 20 mil euros em financiamento, equity free, mentoria e a possibilidade de fazer pilotos comerciais.

Por último, é também importante referir que os projetos selecionados serão apresentados durante o PixelsCamp, o maior encontro da comunidade tecnológica portuguesa, que se irá realizar de 26 a 28 de março de 2020. 

Liderado pela Bright Pixel, em parceria com a comunidade tecnológica F6S e pela consultora de inovação CIVITTA, o BlockStart pretende dar a conhecer às PMEs o potencial da tecnologia blockchain através da implementação de soluções inovadoras desenvolvidas por developers e startups. Além disso, este consórcio tenciona ainda incentivar os empreendedores nesta área a validarem as suas ideias no mercado, assim como promover as boas práticas de utilização desta tecnologia junto da Comissão Europeia e dos restantes intervenientes do ecossistema de inovação europeu, como associações e incubadoras.