projetos

Nunca é tarde para empreender

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2017-08-18

O dicionário Priberam de Língua Portuguesa define-o como uma “atitude de quem, por iniciativa própria, realiza ações ou idealiza novos métodos com o objetivo de desenvolver e dinamizar serviços, produtos ou quaisquer atividades de organização e administração”. E nem nesta, ou em qualquer outra fonte, o empreendedorismo é entendido como uma capacidade com prazo de validade, ainda que, tendencialmente, tenhamos a ideia de que é uma coisa para gente jovem.

Read More

Uma ‘cidade’ do empreendedorismo dentro de uma cidade empreendedora

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2017-08-04

É nas antigas instalações da Manutenção Militar, no Beato, ali entre Santa Apolónia e a Expo, em Lisboa, que vai nascer o Hub Criativo do Beato. Espalhados pelos 35 mil metros quadrados do espaço (o equivalente ao Terreiro do Paço) vão estar 20 edifícios, onde se espera que, já no próximo ano, estejam a trabalhar três mil pessoas, num projeto que vai ser também aberto à população, com oferta de bares, restaurantes, mercados…

Read More

Startup Sintra – Quinto programa de aceleração em Sintra

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2017-03-06

Em abril, a Startup Sintra quer iniciar  um novo programa de aceleração de negócio, o quinto, com o período de candidaturas a decorrer até 20 de Março. Das edições anteriores, resultaram projectos como o da Beyondevices, com investimento pela Portugal Ventures, J.Lisbon com financiamento da Semeia Ventures, Homeit investida por um grupo de “business angels”, ou a Package Point.

A startup mais promissora do quinto programa obterá um prémio no valor de 1500 euros. O programa terá a duração de dois meses.

Fonte: Computerworld

 

Inovação Pré-Universitária

Renato Povoas - Managing Partner Ambiente 2016-10-28

Mentes inovadores existem em todas as idades e a prova disso são Milene Pereira e Francisca Costa que ainda estavam a concluir o ensino secundário, na Escola Secundária Dona Maria II, em Braga, quando criaram uma solução tecnológica inovadora para um problema corrente: os ataques das vespas asiáticas às abelhas nas colmeias, no norte de Portugal.

Read More

WonderCover, a capa para os seus jogos no tablet

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-09-14

Agora vai ser possível jogar jogos de cartas em grupo (sem ver o jogo uns dos outros) no seu tablet!

A WonderCover permite que múltiplos jogadores possam, em simultâneo, jogar os seus jogos favoritos de cartas e quizz nos seus tablets. Este é o primeiro sistema que permite aos utilizadores interagirem em grupo, em tempo real, num tablet enquanto escondem o seu jogo através de barreiras físicas.

Este produto foi idealizado pela Magnética Apps and Crafts, startup de Leiria, e materializado pela INNGAGE.

Como?

Várias soluções foram consideradas mas a que maior potencialidade apresentou foi a concepção de uma capa para tablet onde barreiras físicas podem ser acopladas para jogar e, após o jogo, guardadas na própria capa. A equipa da INNGAGE conduziu várias experiências com utilizadores, através de protótipos, para perceber a maneira mais simples do utilizador: perceber o produto, montar as barreiras, estar confortável a jogar sem mostrar o seu jogo e desmontar e guardar as barreiras. Foram testadas várias ideias com utilizadores dos 10 aos 60 anos e foram os seus insights que determinaram quais as soluções que avançaram no processo de Design.

O compromisso da INNGAGE foi idealizar e desenhar um produto que o utilizador pudesse transportar e usar para qualquer propósito, mas capaz de permitir jogar uma variedade de jogos com amigos e família. Para além da capa, foram desenhadas barreiras independentes e universais que se adaptam praticamente a qualquer tablet a partir de 7”.

Assim nasceu a WonderCover, a primeira capa de tablet para jogos em grupo, com barreiras integradas onde o físico encontra o digital em experiências reais de jogos digitais.

O seu lançamento está previsto para Janeiro de 2017.

 

Portugueses a concorrer para o ClimateLaunchpad

Renato Povoas - Managing Partner Ambiente 2016-09-05

A maior competição do mundo na área da inovação cleantech lançou o desafio para a criação de soluções, através da inovação, que contribuam para a diminuição dos problemas climáticos.

Existem várias ideias de negócio a concorrer na final nacional do Climate Launchpad, entre elas estão uma micro habitação de cortiça, ecológica e transportável, uma comunidade de pontos de recarga elétrica para automóveis e uma plataforma para o controlo de sistemas de irrigação, que utiliza modelos de cálculo com base de alterações meteorológicas, o evento vai decorrer já no dia 7 de setembro, no Auditório do Edifício Central do UPTEC, no Porto.

A final europeia vai realizar-se em Tallin, Estónia, de 7 a 8 de outubro, e os três vencedores da competição nacional vão representar Portugal.

O grande vencedor europeu receberá um prémio no valor de 10 mil euros e o Top 10 terá acesso direto à Climate-KIC Accelerator.

Fonte: Dinheiro Vivo