fbpx

jogos

Explore & Hunt vencedora da Tourism Innovation Competition

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2017-03-29

A Explore & Hunt é a vencedora da segunda edição da Tourism Innovation Competition. A competição internacional de ideias inovadoras, promovida pelo Turismo de Portugal e The Lisbon MBA, premiou a solução digital criada por Eduardo Covelinhas. Esta aplicação foi considerada a ideia com mais potencial para melhorar a experiência de visita a monumentos e museus e atrair novos visitantes. Vai receber um financiamento, até 100 mil euros, da sociedade de capital de risco pública Portugal Ventures, para ser implementada em Portugal.

Read More

WonderCover, a capa para os seus jogos no tablet

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-09-14

Agora vai ser possível jogar jogos de cartas em grupo (sem ver o jogo uns dos outros) no seu tablet!

A WonderCover permite que múltiplos jogadores possam, em simultâneo, jogar os seus jogos favoritos de cartas e quizz nos seus tablets. Este é o primeiro sistema que permite aos utilizadores interagirem em grupo, em tempo real, num tablet enquanto escondem o seu jogo através de barreiras físicas.

Este produto foi idealizado pela Magnética Apps and Crafts, startup de Leiria, e materializado pela INNGAGE.

Como?

Várias soluções foram consideradas mas a que maior potencialidade apresentou foi a concepção de uma capa para tablet onde barreiras físicas podem ser acopladas para jogar e, após o jogo, guardadas na própria capa. A equipa da INNGAGE conduziu várias experiências com utilizadores, através de protótipos, para perceber a maneira mais simples do utilizador: perceber o produto, montar as barreiras, estar confortável a jogar sem mostrar o seu jogo e desmontar e guardar as barreiras. Foram testadas várias ideias com utilizadores dos 10 aos 60 anos e foram os seus insights que determinaram quais as soluções que avançaram no processo de Design.

O compromisso da INNGAGE foi idealizar e desenhar um produto que o utilizador pudesse transportar e usar para qualquer propósito, mas capaz de permitir jogar uma variedade de jogos com amigos e família. Para além da capa, foram desenhadas barreiras independentes e universais que se adaptam praticamente a qualquer tablet a partir de 7”.

Assim nasceu a WonderCover, a primeira capa de tablet para jogos em grupo, com barreiras integradas onde o físico encontra o digital em experiências reais de jogos digitais.

O seu lançamento está previsto para Janeiro de 2017.

 

Magic Bit Solutions – Aprender a brincar!

Renato Povoas - Managing Partner Entretenimento, Startups 2016-03-22

round200

A Magic Bit Solutions é uma empresa que presta serviços de Gamification, são especialistas na criação de jogos digitais, que transmitem conteúdos atrativos e interativos, ajudando as pessoas a ligar-se e a adotar o seu produto ou serviço. O principal foco é criar jogos à medida para entidades, empresas ou instituições nas áreas:

  • Criação de jogos educativos,  – para campanhas de sensibilização junto de crianças
  • Jogos de publicidade  – para publicitar um produto, serviço ou marca junto de crianças
  • Serious Games – para formação em contexto empresarial

A Magic Bit Solutions acaba de lançar a app “Pirata Miguel e seus amigos” , um jogo inspirado no mar onde as crianças podem praticar conhecimentos básicos.

O jogo principal é um jogo de navios piratas, está disponível em quatro línguas (Espanhol, Inglês, Alemão ou Português) e pode-se treina matemática, português e até música!

Esta app é uma imersão completa na língua. As crianças podem seguir as instruções no menu principal e ouvir os reforços e recompensas. O utilizador escolhe um pirata e pode seguir as suas instruções em cada jogo. Cada jogo é fácil de jogar e se concentra em uma habilidade básica.

google1080x608.png

Poderá ficar a saber mais sobre estes serviços no site: magicbitsolutions.com

Tablets, os novos brinquedos?

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2015-12-28

transferir.jpg

Para as crianças desta geração a tecnologia faz parte do seu dia-a-dia, por isso é que Hugo Ribeiro estranhou que o brinquedo de eleição das suas filhas fosse o iPad. No entanto, o que o preocupou foi a falta de interação das crianças com brinquedos reais, que pode resultar numa perceção espacial pouco desenvolvida. Foi a partir deste impasse que Hugo desafiou Pedro Branco, professor universitário e investigador, e Carina Figueiredo, com experiência de interação com crianças através da componente tecnológica a criarem juntos um sistema que permitisse juntar os dois lados da brincadeira. Surge assim magikbee, com três jogos: Hidden Shape, para crianças entre os 3 e os 5 anos, Dino Blocks, dos 4 aos 6 anos e Runaway, dos 5 aos 8; e um kit de brinquedos de madeira que interage com o tablet, onde estão instalados os jogos, assim as crianças não perdem nenhuma das dimensões.

“O nosso objetivo foi criar jogos para crianças de todas as idades, de maneira a que elas gostem, consigam fazer interagir objetos reais com a tecnologia. Nos níveis mais avançados, as crianças vão ainda precisar de adultos para conseguirem passar de nível, o que faz com que integrem adultos nas suas brincadeiras”, explica o cofundador do projeto.

Por enquanto, a equipa da startup continua a trabalhar no registo das patentes e, por isso, pouco pode adiantar acerca da tecnologia, e para conseguirem produzir os primeiros 5000 kits, os fundadores da magikbee avançaram com uma campanha de crowdfunding na plataforma IndieGogo, uma das mais concorridas a nível mundial, que tem como objetivo angariar 37 mil dólares até 20 de janeiro.

Fonte: Dinheiro Vivo