fbpx

investidores

Práticas para a deteção de ideias inovadoras

Improve Startups 2018-05-30

Ideias – como selecioná-las

São várias as técnicas e os mecanismos que facilitam o processo de geração de ideias. Existem muitas sugestões e opiniões. Deixo aqui a minha seleção.

Inspire-se nos modelos tradicionais

Muitas das vezes é através de modelos tradicionais que a inovação acontece e possibilita refrescar ou alargar o portfólio de produtos ou serviços.

Acrescentar valor

Ir ao encontro das necessidades dos clientes com mais valor e a um preço igualmente competitivo.

Substituição de atributos

Este é o processo de dissecar o produto ou serviço nas suas diversas componentes e depois encontrar novas combinações, seja através da eliminação, introdução ou substituição de atributos, tal como uma construção da Lego.

 

Alteração do modelo de pricing

O sistema de pagamento de determinado produto ou serviço pode ditar o sucesso ou insucesso de um negócio. Reinventar o seu formato numa dimensão única e inovadora é o passaporte para um crescimento exponencial da empresa.

Novos canais

Hoje é crucial estar onde o cliente deseja. A transformação digital proporciona inúmeras oportunidades para empresas e marcas, novas ou antigas, inovarem nos seus canais de distribuição, sempre em prol de um cliente mais satisfeito e fiel.

Cruzar setores

O olhar para outros setores e áreas ajuda-nos, em certos casos, a encontrar soluções inovadoras para as nossas necessidades. É por isso fundamental privilegiar um olhar global e não centrado apenas nos nossos concorrentes ou setor.

Novas tendências

Esteja atento e monitorize regularmente as novas tendências e hábitos de consumo. Este seu comportamento permitirá identificar precocemente necessidades e soluções para os seus consumidores.

 

Especialização

Não pense somente em grandes mercados ou milhões de clientes. Muitas das vezes existem nichos esquecidos que valem muito e proporcionam um retorno incrível.

 

Encontro de micro e pequenos investidores portugueses emigrados

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-07-29

Em dezembro, Sintra poderá ser o palco de um encontro de micro e pequenos investidores portugueses emigrados em várias regiões do mundo.

José Luís Carneiro, secretário de Estado das Comunidades, depois de se ter identificado mais de 5.000 pequenos empreendedores que são emigrantes portugueses, explicou que este encontro resulta do trabalho que está a ser realizado há dois meses no Ministério dos Negócios Estrangeiros e que permitirá o contacto dos empresários com os municípios portugueses.

Saiba mais aqui: Observador

Speed dating empreendedor? Sim, existe.

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-06-28

Untitled design (71).png

Este conceito pode não ser novo mas começa a tomar novas proporções no meio empresarial, mais propriamente entre empreendedores e possíveis investidores, clientes ou parceiros. Tendo em conta os dias de hoje, estes business speed dating podem ser o bilhete VIP para o sucesso de startups.

Como funcionam?

Em poucos minutos, normalmente reuniões entre 5 a 10 minutos, o empreendedor tem que ser capaz de fazer o pitch do seu negócio, criar parcerias, convencer um investidor ou angariar um cliente.

Saiba mais aqui.

Acredita Portugal, conheça uma das facetas do empreendedorismo português

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-06-21

VI-gala-Acredita-Portugal.png

A sexta edição do concurso de empreendedorismo da associação Acredita Portugal  chegou ao fim e dia 25 de junho, na Gala Acredita Portugal, poderá conhecer alguns dos melhores projetos de empreendedorismo do país. Segundo a associação, os projetos a serem apresentados serão “as equipas que vão liderar e estabelecer as tendências da próxima década”.

Na cerimónia de entrega de prémios, há a possibilidade do público conhecer e interagir com toda a associação, desde os parceiros, conselheiros, membros do júri e investidores.

Este evento será gratuito e aberto ao público e irá decorrer no Centro de Congressos de Lisboa. Para assistir e participar apenas é necessário fazer uma inscrição.

Fonte: Notícias ao Minuto Online

StartupToday – Uma rede social para empreendedores!

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-02-26

554491929.jpg

A StartupToday tem como objetivo criar uma rede social onde outras startups podem apresentar-se aos utilizadores, aos investidores ou aos meios de comunicação.

Nos dias de hoje não chega apenas criar um bom produto ou um serviço diferenciador é necessário criar uma “montra” apetecível para os outros, ou seja é preciso mostrarem-se uns aos outros, para além disso é bastante importante saber comunicar e posicionar bem os seus elementos diferenciadores. Como tal, surgiu a ideia de criar uma rede social, onde as audiências tendem a ser grandes e os custos reduzidos.

O que diferencia a StartupToday é que posiciona-se como uma rede social por enquanto, mas existe uma perspectiva de evoluir a plataforma tornando-a num ecossistema de empreendedorismo. Segundo o mentor do projeto, Bruno Pereira, existem propostas muito dispersas, e o intuito desta rede social é unir estas propostas. Para isso, o empreendedor tem falado com jovens empresas o que já levou a algumas conclusões, como por exemplo, o entusiasmo pelo empreendedorismo que acaba por travar conhecimento com e de outras startups.

Outro objetivo da plataforma é colocar as startups no mapa, ou seja, ao aceder à StartupToday e facilmente perceber quantas, quais e onde estão estas jovens empresas.

Até ao final do ano Bruno Pereira prevê ter duas mil startups a usar a plataforma social.

Fonte: Sapo TEK

Portugal é o terceiro país que mais acelera startups na Europa

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2015-06-23

Em 2014, os programas de aceleração de empresas portugueses ajudaram a desenvolver 123 novos negócios. A liderar a tabela está o Reino Unido, com 599 startups aceleradas, e em segundo lugar está França, com 212. Os dados foram revelados no European Accelerator Report 2014, promovido pela Fundacity, uma plataforma online que liga startups a investidores de todo o mundo.BETA-I
A Beta-i (Associação para a Promoção do Empreendedorismo e Inovação), que desenvolve o programa de aceleração Lisbon Challenge, é a quarta aceleradora mais ativa da Europa, tendo ajudado a desenvolver 71 empresas em 2014.