fbpx

expansão

B.New York – Incubadora abre portas em Nova Iorque de olhos postos nas startups europeias

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2017-08-11

Chama-se B.New York e é uma incubadora de olhos postos em startups e empresas de tecnologia. Até aqui, nada de novo em relação a tantas outras incubadoras que por aí existem. Mas esta é diferente: primeiro, porque se encontra localizada em Brooklyn, na cidade norte-americana de Nova Iorque; e depois, porque oferece uma oportunidade para as empresas europeias, uma vez que é para startups e scale-ups internacionais que abre agora as suas portas, adicionando aos serviços normalmente disponibilizados vários outros (legais, de contabilidade e atribuição de vistos).

Read More

2015, o melhor ano para o empreendedorismo

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-08-30

“Depois de uma queda entre 2008 e 2012 (excepção feita ao ano de 2011, em que a possibilidade de constituição de empresas com capital social mínimo de um euro por sócio impulsionou os nascimentos), iniciou-se, em 2013, um ciclo de expansão que culminou, em 2015, no melhor ano em número de constituições desde 2007”, lê-se no estudo: “O Empreendedorismo em Portugal” da Informa D&B.

Segundo a Informa D&B, em 2015, nasceram 37.924 empresas e outras organizações. Mas tendo em consideração apenas as empresas, o número é de 35.555 nascimentos.

Saiba mais aqui.

Fonte: Económico

Frato Interiors continua no Harrods!

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-03-16

fullsize-frato1.jpg

Frato Interiors foi a primeira marca portuguesa a abrir nos famosos armazéns Harrods, e após dois anos a vender em Londres, a loja volta a assinar contrato. Desta vez numa maior dimensão, ou seja, em vez de 200 metros quadrados, o novo espaço conta com 300 metros quadrados, e o contrato terá a duração de 3 anos. Com isto, é possível que a marca alcance, com o novo espaço, vendas no valor de 8 milhões de euros.

Os bons resultados obtidos no mercado inglês permitiram que a marca portuguesa estabelecesse uma empresa britânica, a Triva Group, que oferece uma resposta diferente em termos operacionais, de forma aumentar a presença internacional da marca portuguesa.

A Frato encontra-se presente também em Genebra, com a renovação do Hotel Kempinsky, na Nigéria, com a renovação do Hotel Hilton, e ainda em Riade, Arábia Saudita.

Com estes novos projetos a marca portuguesa espera triplicar as vendas em 2016.

Fonte: Dinheiro Vivo

A Uber já chegou aos céus!

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2015-08-20

skyubber

Skyüber, a aplicação de origem portuguesa, põe em contacto donos de aviões até seis lugares e pessoas interessadas em fazer determinada viagem anunciada com antecedência.O Skyüber, ao contrário do Uber para viagens de automóvel, não permite a criação de percursos à medida do utilizador. “Funcionamos como uma plataforma de matchmaking, como o Airbnb ou o Blablacar. A Skyüber actua na área da economia partilhada, ao pretender fazer a ligação entre os donos dos aviões e pessoas interessadas em utilizar esses voos. Baseia-se na partilha de custos e na diminuição dos custos da viagem para o dono do avião”, explica Carlos Oliveira, responsável pela startup portuguesa.

O registo e utilização do serviço são gratuitos, sendo que é cobrado ao dono do avião “um pequeno valor” sobre o preço da viagem, quando a mesma se concretiza. A título de exemplo, a viagem poderá ser cancelada por questões atmosféricas ou porque o piloto não se sente confortável com o passageiro.  A Skyüber só permite que entrem na plataforma aviões que cumpram vários requisitos, como a existência de seguro ou licença de voo.

Portugal funciona como mercado-teste para este serviço, já que o Reino Unido, França e Alemanha são a prioridade “quer pela dimensão, quer pelo número de aviões privados”. Os mercados do Benelux e Brasil estão também a apresentar um feedback “interessante”. Apesar de não querer adiantar números, Carlos Oliveira refere que já foram realizados mais voos no estrangeiro que em Portugal, ligando aeródromos e aeroportos de pequena dimensão, dadas as características dos aviões.

Quatro meses depois da apresentação oficial da aplicação, estão já mais de cinco mil pessoas registadas e “algumas centenas de aeronaves”. O festival Vodafone Paredes de Coura está a servir de pretexto para promover o serviço. Quem for à app, disponível em iOs, descobre que pode ir de avião até ao coração do Alto Minho a partir de Benavente (Grande Lisboa) por 30 euros, de Vilar da Luz (Grande Porto) por 15 euros ou a partir de Braga por 12,50 euros.

Sky-UBER

Fonte: Meios e Publicidade