fbpx

cultura

iClio, campeã nacional!

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2015-09-03


iClio, empresa-mãe da JiTT, foi a vencedora, em Portugal, do European Business Awards 2015/16 na categoria The UKTI Award for Innovation. Como campeã nacional, iClio, vai competir na próxima fase, em representação de Portugal, por um lugar nos 10 Ruban d’Honneurs Awards, sendo a única empresa portuguesa.

Este prémio prestigioso coloca a iClio, assim como outras empresas jovens portuguesas como a Science4You, no mesmo patamar que marcas nacionais bem-sucedidas, já bem consolidadas no mercado, como a Delta Cafés e a Jerónimo Martins.

iclio

A iClio é uma empresa dedicada à criação e publicação de contéudos relacionados com a história, património e cultura de diversos países. Especializou-se na produção de conteúdos para os meios digitais e o seu principal objetivo é responder à crescente procura de conteúdos de alta qualidade através da criação de produtos que proporcionem uma experiência gratificante, sempre a par das capacidades e funcionalidades dos novos dispositivos e meio de comunicação digital.

Esta empresa pretende construir uma ponte entre conteúdos e tecnologia, focando-se na precisão, na utilidade e na qualidade e gestão do projeto.

A JiTT, Just in Time Tourist, é uma app, criada pela iClio, que quer dar a conhecer, aos turistas, as cidades e toda a sua história. Disponível nas principais lojas de aplicações móveis, o JiTT é um guia turístico que junta cultura e história. Conhecer as histórias que fazem cada cidade. É esse o objetivo da Just in Time Tourist (JiTT).

iclio (1)

Cortilejo, comunicação é inovação

Renato Povoas - Managing Partner Comunicação e Marketing 2015-06-11

Inspirados na cortiça e no azulejo, criaram um produto que é uma montra de inovação. A PME Rui Matias é uma das finalistas do Prémio Inovação NOS.
O Cortilejo surge com o objetivo de comunicar uma empresa, a Rui Matias.

A Rui Matias sempre fez magia mas tinha uma lacuna relativamente à sua comunicação, o Cortilejo surge, não primeiramente enquanto produto mas enquanto teste alicerçado numa estratégia de comunicação, ou seja, como base, tem uma tecnologia, é uma forma de trabalhar o MDF com a cortiça, já percecionada pela Rui Matias há sete anos.

Enquanto jóia de todo este trabalho, só “vem colocar no mundo”, esclarece Alexandre Amorim, gestor de inovação da empresa.

O Cortilejo resulta da fusão de dois dos maiores símbolos portugueses: a azulejaria tradicional portuguesa e a cortiça. Alexandre Amorim explica: “O resultado é uma peça fiel, quer nas dimensões do azulejo, quer nos padrões culturais.”