fbpx

comunicação

Encontro de micro e pequenos investidores portugueses emigrados

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-07-29

Em dezembro, Sintra poderá ser o palco de um encontro de micro e pequenos investidores portugueses emigrados em várias regiões do mundo.

José Luís Carneiro, secretário de Estado das Comunidades, depois de se ter identificado mais de 5.000 pequenos empreendedores que são emigrantes portugueses, explicou que este encontro resulta do trabalho que está a ser realizado há dois meses no Ministério dos Negócios Estrangeiros e que permitirá o contacto dos empresários com os municípios portugueses.

Saiba mais aqui: Observador

HealthyRoad – App portuense pode ajudar a evitar distrações ao volante

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-07-26

A HealthyRoad acaba de anunciar o lançamento de uma app que, emite alertas pelo telemóvel, sempre que são detetadas distrações ou sinais de sonolência do condutor.

Como funciona? Através da câmara frontal do dispositivo móvel, sempre que o condutor começar a adormecer ou se notar alguma falta de atenção, o telemóvel produz um aviso sonoro e visual de forma a acordar o condutor ou simplesmente relembrar o condutor de prestar atenção à estrada novamente.

A app por enquanto, está apenas disponível em versão Android.

Veja aqui e aqui alguns vídeos que mostram como a HealthyRoad tem vindo a desenvolver tecnologias de segurança rodoviária nos últimos dois anos de atividade.

Fonte: Exame Informática

Seedrs chega à região do Benelux

Renato Povoas - Managing Partner Startups, Telecomunicações e Tecnologia 2016-07-22

A Seedrs, a maior plataforma europeia de equity crowdfunding, vai expandir a sua atividade na região do Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo), abrindo um escritório em Amesterdão.

A empresa passa então a estar presente na capital holandesa com o objetivo de criar e fomentar relações entre as startups da região do Benelux e o ecossistema de investimentos em estágios iniciais, e ainda de captar novos negócios que possam recorrer ao financiamento na plataforma.

A abertura de mais escritórios no continente europeu está nas previsões futuras da empresa.

Saiba mais aqui.

 

Uma Estrela de inovação em Lisboa

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-07-20

A Junta de Freguesia da Estrela, em Lisboa, merece destaque no que toca a inovação, só nos últimos dois anos recebeu quatro distinções (nacionais e europeias) por apostar na inovação digital.

Esta Junta de Freguesia, com perto de 20.000 habitantes, já compete com empresas como a Vodafone e a Sonae, algo inédito em Portugal! Poderemos considerar a Estrela uma startup? Segundo o presidente Luís Newton, “no limite”, a junta é uma startup.

Tudo isto começou o ano passado, dois anos depois de a Junta ter sido criada, no âmbito da Reforma Administrativa de 2013, que veio reorganizar o mapa das freguesias. E foi assim que a Estrela inovadora nasceu, com o projeto de Luís Newton com dois principais objetivos: aproximar a Junta de Freguesia dos moradores e otimizar os serviços e a produtividade dos trabalhadores, escolhendo o digital como o meio para atingir os fins.

Saiba mais sobre esta Junta da Freguesia aqui.

Smart Cities & Startups

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-07-15

A conhecida revista britânica Monocle, na sua edição de julho/agosto, publicou o famoso top das 25 melhores cidades para viver, este ano Tóquio encontra-se no pódio enquanto Lisboa em 16º, um lugar que tem vindo a subir gradualmente.

Como é feita a seleção?

Os critérios utilizados pela revista são o que mais sobressai, como o número de ciclovias, as infraestruturas de comunicação disponíveis ou as condições dadas à classe criativa e empreendedora.

Como reconhecer uma smart city?

Segundo Miguel Castro Neto, professor e subdiretor da Information Management School da Universidade Nova de Lisboa (NOVA IMS), onde coordena a pós-graduação em Smart Cities, “é um aglomerado urbano que, tirando partido dos mais recentes desenvolvimentos tecnológicos disponíveis, procura responder às necessidades dos seus habitantes de forma sustentável e eficaz”. Nestas cidades, inovação, tecnologia e cultura participativa são fundamentais.

 “É uma cidade das pessoas e para as pessoas”, explica Miguel de Castro Neto, parafraseando Jane Jacobs, autora da obra “Morte e Vida de Grandes Cidades”.

É neste campo que as startups entram, onde representam uma alavanca para a construção e desenvolvimento destas cidades inteligentes, com a sua criatividade e pensamento “out of the box”.

Conheça alguns exemplos aqui.

Speed dating empreendedor? Sim, existe.

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-06-28

Untitled design (71).png

Este conceito pode não ser novo mas começa a tomar novas proporções no meio empresarial, mais propriamente entre empreendedores e possíveis investidores, clientes ou parceiros. Tendo em conta os dias de hoje, estes business speed dating podem ser o bilhete VIP para o sucesso de startups.

Como funcionam?

Em poucos minutos, normalmente reuniões entre 5 a 10 minutos, o empreendedor tem que ser capaz de fazer o pitch do seu negócio, criar parcerias, convencer um investidor ou angariar um cliente.

Saiba mais aqui.

Portugal, convidado pela Casa Branca, na Cimeira de Empreendedorismo

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-06-24

João Vasconcelos, secretário de Estado da Indústria português, é um dos 4 governantes europeus convidados pela Casa Branca para participar na Global Entrepreneurship Summit, a decorrer na Universidade de Stanford, na Califórnia.

A embaixada dos EUA em Lisboa ajudou no processo de candidatura, explicando à Secretaria de Estado norte-americana as iniciativas que Portugal tem na área das startups e investimentos tecnológicos.

O Programa Nacional Startup, que resume a estratégia do Governo para a área do empreendedorismo a 15 medidas, vai ser falado na apresentação de João Vasconcelos, assim como o projeto Indútria 4.0, que vai ser lançado em julho e é focado na formação de recursos humanos.

flag-75047_1280.jpg

Fonte: Rádio Renascença

Chic-by-choice, a melhor startup de moda na The Europas

Renato Povoas - Managing Partner Startups, Têxtil 2016-06-15

Na terça-feira, 14 de junho, decorreu a “The Europas Conference & Awards” onde a Chic-by-Choice, startup portuguesa, foi considerada a melhor startup de moda pela The Europas, na mesma categoria a Farfetch também estava nomeada, empresa esta que tinha já vencido este prémio em 2014.

Com cerca de dois anos no mercado, a Chic-by-Choice é uma plataforma que permite o aluguer de vestidos de luxo e conta com criações de dezenas de designers.

awardsbanner2.png

Fonte: negócios.pt

Sabe qual é o maior obstáculo à inovação?

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-05-24

Untitled design(1).png

A 1.ª edição do Barómetro Inovação Empresarial, levado a cabo pela Improve e pela Spirituc – Investigação Aplicada, conclui que a pouca sensibilidade nas empresas portuguesas, ao nível de top management, é vista como o principal obstáculo à inovação. Este estudo, realizado junto de altos quadros de empresas a atuar em Portugal em áreas como a alimentar, indústria farmacêutica ou consultoria, conclui ainda que a falta de recursos financeiros e de recursos humanos qualificados são obstáculos à inovação no nosso país.

No âmbito das contrariedades à inovação, sabia que cerca de 70 % das empresas portuguesas considera que não existem incentivos ou recompensas para premiar a inovação? Pouca sensibilidade dos gestores de topo (80,6%), falta de recursos financeiros e inexistência de recursos humanos qualificados (56.5%). São estes os principais obstáculos à inovação nas empresas que operam em Portugal

“Com este estudo, percebemos que as empresas portuguesas valorizam a inovação e pretendem ter informação sobre ideias e projetos inovadores mas ainda assim não apostam na inovação devido a questões como a mentalidade do top management, a falta de recursos financeiros a pouca preparação dos seus recursos humanos. Ou seja as empresas portuguesas têm um destino, mas não sabem como lá chegar” afirma Renato Póvoas, diretor-geral da Improve.

Saiba mais aqui.

StartupToday – Uma rede social para empreendedores!

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-02-26

554491929.jpg

A StartupToday tem como objetivo criar uma rede social onde outras startups podem apresentar-se aos utilizadores, aos investidores ou aos meios de comunicação.

Nos dias de hoje não chega apenas criar um bom produto ou um serviço diferenciador é necessário criar uma “montra” apetecível para os outros, ou seja é preciso mostrarem-se uns aos outros, para além disso é bastante importante saber comunicar e posicionar bem os seus elementos diferenciadores. Como tal, surgiu a ideia de criar uma rede social, onde as audiências tendem a ser grandes e os custos reduzidos.

O que diferencia a StartupToday é que posiciona-se como uma rede social por enquanto, mas existe uma perspectiva de evoluir a plataforma tornando-a num ecossistema de empreendedorismo. Segundo o mentor do projeto, Bruno Pereira, existem propostas muito dispersas, e o intuito desta rede social é unir estas propostas. Para isso, o empreendedor tem falado com jovens empresas o que já levou a algumas conclusões, como por exemplo, o entusiasmo pelo empreendedorismo que acaba por travar conhecimento com e de outras startups.

Outro objetivo da plataforma é colocar as startups no mapa, ou seja, ao aceder à StartupToday e facilmente perceber quantas, quais e onde estão estas jovens empresas.

Até ao final do ano Bruno Pereira prevê ter duas mil startups a usar a plataforma social.

Fonte: Sapo TEK