app

Esclarecimentos e conselhos para os animais de estimação à distância de um toque

Quem tem animais de estimação tem dúvidas. Podem ser mais simples ou mais complexas, relacionadas com a alimentação (com o que podem ou não comer), com a higiene (como deve ou não ser) ou com um qualquer problema de saúde que, tal como acontece com os humanos, não escolhe hora para se manifestar.

 

Quem tem animais de estimação sabe o que é a ansiedade de ter um problema e não saber o que fazer, seja porque nem sempre a consulta ao veterinário é possível no momento em que se instala a dúvida ou porque também há questões que não podem esperar.

 

É para dar resposta a este problema que nasceu a Petappoint, uma aplicação móvel e inovadora, que coloca os tutores dos animais de estimação em contacto com os médicos veterinários, proporcionam o esclarecimento de dúvidas e o aconselhamento à distância de um toque.

 

Não, esta não é uma forma de ter um diagnóstico ou acesso à prescrição de uma medicação sem a respetiva consulta, algo que, por lei, estes especialistas não estão autorizados a fazer. É, em vez disso, uma forma de ter orientações em relação aos animais de estimação, mitigando a já falada ansiedade.

 

Cem por cento gratuita, a aplicação está disponível, para já, no sistema iOS e nasce da ideia – e experiência – de dois jovens médicos veterinários, que se aperceberam que a Internet era um recurso frequente para os donos de animais, ainda que nem sempre bem-sucedido, fruto sobretudo da multiplicidade de informação e das fontes da mesma.

 

Tal como é referido pela Petappoint, o trabalho desenvolvido “surge para complementar” a atuação presencial dos veterinários e não para a substituir. E isto através da criação de “um inovador canal de comunicação, fator que facilita o acesso de tutores de animais de estimação à informação acreditada por profissionais veterinários”.

Fonte: Petappoint

Explore & Hunt vencedora da Tourism Innovation Competition

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2017-03-29

A Explore & Hunt é a vencedora da segunda edição da Tourism Innovation Competition. A competição internacional de ideias inovadoras, promovida pelo Turismo de Portugal e The Lisbon MBA, premiou a solução digital criada por Eduardo Covelinhas. Esta aplicação foi considerada a ideia com mais potencial para melhorar a experiência de visita a monumentos e museus e atrair novos visitantes. Vai receber um financiamento, até 100 mil euros, da sociedade de capital de risco pública Portugal Ventures, para ser implementada em Portugal.

Read More

MUB Cargo recebe ronda de investimento

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2017-03-09

A MUB cargo, plataforma portuguesa que conecta pessoas que precisam de transportar mercadorias com transportadores, está a fechar uma ronda de investimento seed com o objetivo de consolidar a marca e avançar para a internacionalização.

 

Read More

A APP do Serviço Nacional de Saúde

Renato Povoas - Managing Partner Telecomunicações e Tecnologia 2016-10-04

A aplicação MySNS chegou para fornecer aos utentes várias informações sobre o SNS. Segundo o Sapo Tek “notícias relacionadas com a área de saúde, informação médica e uma lista e mapa de instituições de saúde, como Hospitais, Farmácias e Cuidados de Saúde Primários, fazem parte da informação que pode ser encontrada na aplicação oficial do Serviço Nacional de Saúde. Há ainda outros serviços, como a área do Cidadão, mas neste caso a autenticação é feita através de uma ligação ao portal web.”

 

Fonte: Sapo Tek

 

HealthyRoad – App portuense pode ajudar a evitar distrações ao volante

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-07-26

A HealthyRoad acaba de anunciar o lançamento de uma app que, emite alertas pelo telemóvel, sempre que são detetadas distrações ou sinais de sonolência do condutor.

Como funciona? Através da câmara frontal do dispositivo móvel, sempre que o condutor começar a adormecer ou se notar alguma falta de atenção, o telemóvel produz um aviso sonoro e visual de forma a acordar o condutor ou simplesmente relembrar o condutor de prestar atenção à estrada novamente.

A app por enquanto, está apenas disponível em versão Android.

Veja aqui e aqui alguns vídeos que mostram como a HealthyRoad tem vindo a desenvolver tecnologias de segurança rodoviária nos últimos dois anos de atividade.

Fonte: Exame Informática

Parqly, a grande vencedora do Big Smart Cities

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2016-07-07

logoBig1.png

Parqly, a startup que tem como objetivo principal amenizar – ou sendo mais ambiciosos, resolver – os problemas de estacionamento das grandes cidades, é a grande vencedora da 4ª edição do concurso de empreendedorismo e inovação Big Smart Cities promovida pela Vodafone e pela Ericson.

O que pretende a app Parqly? Fornecer informação sobre o parque de estacionamento mais adequado para os condutores em termos de proximidade, taxa de ocupação e até mesmo o preço. Para além disso, apresenta uma ótima novidade: vai permitir reservar com antecedência o lugar de estacionamento pretendido, assim como fazer o pagamento do parque através do smartphone.

Com esta vitória, a startup, vai ficar incubada no Vodafone Power Lab, um centro de empreendedorismo e inovação da Vodafone Portugal, vai ainda ter a oportunidade de conhecer a sede e os polos de inovação da Ericson, em Estocolmo, e beneficiar do prémio de 10 mil euros para começar a solucionar os problemas de estacionamento nas grandes cidades.

Fonte: TECHENET

CoolFarm – Portuguesa vence concurso israelita de inovação

Renato Povoas - Managing Partner Agricultura 2016-06-03

Liliana Marques, fundadora da CoolFarm, é a vencedora do concurso Startup Telavive.

A vencedora portuguesa vai participar no Festival de Inovação DLD de Telavive de 25 a 29 de setembro, juntamente com outras concorrentes de 30 países. O DLD conta com uma longa lista de eventos centrados, essencialmente, na inovação – digital, tecnológica, social e urbana.

Algumas das ‘startups’ mais famosas e mais usadas do mundo – ‘Viber’, ‘Fairfly’, ‘RoomsNinja’ ou ‘Moovit’ – são israelitas e nasceram em Telavive.

CoolFarm é uma startup que desenvolveu um sistema inteligente eu permite fazer crescer plantas sem intervenção do utilizador e que pode ser controlado através de uma app para smartphones, para além disso não precisa de terra apenas água é usada para cultura, chama-se a esta técnica de hidroponia.

A hidroponia, permite gastar 5 vezes menos água do que quando se cultiva com terra, em média, e ainda permite controlar exatamente quais os nutrientes que estão presentes da água.

Fonte: TVI24

Magic Bit Solutions – Aprender a brincar!

Renato Povoas - Managing Partner Entretenimento, Startups 2016-03-22

round200

A Magic Bit Solutions é uma empresa que presta serviços de Gamification, são especialistas na criação de jogos digitais, que transmitem conteúdos atrativos e interativos, ajudando as pessoas a ligar-se e a adotar o seu produto ou serviço. O principal foco é criar jogos à medida para entidades, empresas ou instituições nas áreas:

  • Criação de jogos educativos,  – para campanhas de sensibilização junto de crianças
  • Jogos de publicidade  – para publicitar um produto, serviço ou marca junto de crianças
  • Serious Games – para formação em contexto empresarial

A Magic Bit Solutions acaba de lançar a app “Pirata Miguel e seus amigos” , um jogo inspirado no mar onde as crianças podem praticar conhecimentos básicos.

O jogo principal é um jogo de navios piratas, está disponível em quatro línguas (Espanhol, Inglês, Alemão ou Português) e pode-se treina matemática, português e até música!

Esta app é uma imersão completa na língua. As crianças podem seguir as instruções no menu principal e ouvir os reforços e recompensas. O utilizador escolhe um pirata e pode seguir as suas instruções em cada jogo. Cada jogo é fácil de jogar e se concentra em uma habilidade básica.

google1080x608.png

Poderá ficar a saber mais sobre estes serviços no site: magicbitsolutions.com

Tablets, os novos brinquedos?

Renato Povoas - Managing Partner Startups 2015-12-28

transferir.jpg

Para as crianças desta geração a tecnologia faz parte do seu dia-a-dia, por isso é que Hugo Ribeiro estranhou que o brinquedo de eleição das suas filhas fosse o iPad. No entanto, o que o preocupou foi a falta de interação das crianças com brinquedos reais, que pode resultar numa perceção espacial pouco desenvolvida. Foi a partir deste impasse que Hugo desafiou Pedro Branco, professor universitário e investigador, e Carina Figueiredo, com experiência de interação com crianças através da componente tecnológica a criarem juntos um sistema que permitisse juntar os dois lados da brincadeira. Surge assim magikbee, com três jogos: Hidden Shape, para crianças entre os 3 e os 5 anos, Dino Blocks, dos 4 aos 6 anos e Runaway, dos 5 aos 8; e um kit de brinquedos de madeira que interage com o tablet, onde estão instalados os jogos, assim as crianças não perdem nenhuma das dimensões.

“O nosso objetivo foi criar jogos para crianças de todas as idades, de maneira a que elas gostem, consigam fazer interagir objetos reais com a tecnologia. Nos níveis mais avançados, as crianças vão ainda precisar de adultos para conseguirem passar de nível, o que faz com que integrem adultos nas suas brincadeiras”, explica o cofundador do projeto.

Por enquanto, a equipa da startup continua a trabalhar no registo das patentes e, por isso, pouco pode adiantar acerca da tecnologia, e para conseguirem produzir os primeiros 5000 kits, os fundadores da magikbee avançaram com uma campanha de crowdfunding na plataforma IndieGogo, uma das mais concorridas a nível mundial, que tem como objetivo angariar 37 mil dólares até 20 de janeiro.

Fonte: Dinheiro Vivo