O que é preciso para termos mais empreendedores

Renato Povoas - Managing Partner Educação e Ensino, Empresas, Governo e Serviços Públicos, Startups 2017-12-13

O empreendedorismo está na moda. Nuno Agostinho, presidente da Associação de Jovens Empresários da Madeira sabe disso e, numa crónica de opinião recentemente publicada, salienta esse facto, alertando, no entanto, que tem que ser mais do que isso. E no que apelida de “ecossistema do empreendedorismo”, que se quer repleto de empreendedores, todos temos um papel a desempenhar para fomentar a criação de condições que permitam que mais se possam transformar em empreendedores.

Tudo começa, ou deveria começar, com as políticas de incentivo. Já existem algumas, é certo, mas Nuno Agostinho considera que deveriam haver mais, muito mais. E a estas junta a necessidade de maior tolerância por parte da sociedade, que é rápida a condenar o fracasso, indiferente ao facto de ser, muitas vezes, de fracasso em fracasso que se chega ao sucesso.

A família tem também um papel nesta equação, através da educação de valores e do incentivo aos sonhos dos jovens. Assim como o sistema educativo e um Estado “menos interventivo, mais eficiente, desburocratizado”.

Fonte: Jornal Económico