fbpx

Madeira lança projeto inovador para atrair Nómadas Digitais de todo o mundo

Apesar de o teletrabalho ser novidade para muitos, tendo começado como uma imposição devido à pandemia, esta é uma prática que os Nómadas Digitais, indivíduos que trabalham online e, ao mesmo tempo, viajam pelo mundo inteiro, já abraçaram há largos anos.

Lugares bonitos com um clima fantástico, cultura, qualidade gastronómica, atividades ao ar livre e, acima de tudo, boa ligação à Internet são os critérios que influenciam as escolhas dos Nómadas Digitais. E, ao reunir todas estas condições, a Madeira criou o Digital Nomads Madeira, um projeto que quer posicionar o Arquipélago como um dos melhores locais no mundo para trabalhar remotamente.

Desenvolvido pelo Governo Regional da Madeira e pela Startup Madeira, esta iniciativa pretende atrair Nómadas Digitais que queiram fazer do Arquipélago a sua casa por períodos entre um a seis meses, vivendo como locais nas comunidades e desfrutando de novas infraestruturas criadas a pensar em si.

Assim, foi desenvolvido o Digital Nomad Village, uma vila para os Nómadas Digitais no município de Ponta do Sol, no Funchal. Aqui, os indivíduos terão acesso a um espaço de coworking gratuito, ajuda na reserva de apartamentos ou hotéis, pequenos eventos e atividades desportivas. Além disso, estarão em contacto com uma comunidade de trabalhadores remotos, o que pretende promover a criação de oportunidades de negócio e networking

Desta forma, espera-se que o Digital Nomads Madeira tenha um impacto positivo na economia local, potenciando as vantagens do Arquipélago e contribuindo para elevar o consumo nos negócios locais e colmatar a redução de turistas e a sazonalidade do mercado turístico. 

Para mais informações, visite o site do Digital Nomads Madeira.