fbpx

Lisboa menina e moça… e empreendedora

Msousa Empresas, Startups 2018-05-22

Lisboa repleta de Empreendedores, startups, incubadoras… Os termos são recentes, mas não foi preciso muito para que passassem a ser usados para definir Lisboa, cidade que se assume como espaço de eleição para a criatividade, novas ideias, autoemprego e inovação.

Mais do que uma moda, o empreendedorismo já deu mostras de que veio para ficar, tornando-se motor de crescimento para uma das cidades mais antigas da Europa – Lisboa.

E são os números que o confirmam. Os mais recentes, divulgados pela autarquia lisboeta, traçam o cenário do que foram os últimos três anos e confirmam aquela que é já uma aposta ganha.

Ao todo, as startups foram responsáveis pela criação de 5.000 novos empregos diretos, anunciou Paulo Carvalho, diretor municipal de Economia e Inovação da Câmara de Lisboa.

Foi também ele que deu conta da existência de 500 startups nas incubadoras da cidade – só na ‘Startup’ Lisboa passaram, nos últimos três anos, mais de 1.300.

Quanto a empresas, em 2017 foram criadas mais de 6.300, o valor mais alto dos últimos dez anos e que configura uma subida de 16% em relação ao ano anterior.

Claro que algumas ficaram pelo caminho, mas ainda assim, o relatório confirma que foram três vezes mais as que nasceram do que aquelas incapazes de vingar.

Lisboa

Hoje tem 18 incubadoras de startups, mais de 14 programas de aceleração e cerca de 50 espaços de coworking. E, ainda que o ano esteja longe do fim, é já possível quantificar que o investimento angariado até ao momento ultrapassa os 20 milhões de euros.