fbpx

É mulher e tem projetos para o ambiente? Lisboa está à sua procura

No mundo dos negócios ainda existem bastantes obstáculos. Contudo, os desafios com os quais as mulheres empreendedoras têm de lidar são muito superiores aos dos homens. Por isso, no âmbito de Lisboa Capital Verde Europeia de 2020, o programa Women4Climate está à procura de mulheres empreendedoras que queiram desenvolver projetos na área da Economia Verde. 

Esta iniciativa internacional chega a Portugal através da Câmara Municipal de Lisboa, da Startup Lisboa e da Casa do Impacto. As candidaturas podem ser submetidas nesta página até ao dia 29 de março e a vencedora receberá um prémio de 10 mil euros.

Mas quais são os critérios a preencher para que se possam inscrever no programa? As empreendedoras podem ser de qualquer nacionalidade e têm de ter mais de 18 anos e ideias ou projetos inovadores nas áreas prioritárias da Lisboa Capital Verde 2020. São estas a energia, mobilidade, água, ruído, qualidade do ar, alterações climáticas, economia circular e biodiversidade, que se encontram alinhadas com os objetivos da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Após a sua inscrição, as candidatas pré-selecionadas irão apresentar presencialmente o seu projeto a um painel de jurados, constituído por representantes das entidades parceiras e especialistas. Desta etapa, seguirão apenas 25 projetos para o bootcamp.

Após a seleção, seguem-se duas fases: o bootcamp e o mentoring. Em primeiro lugar, será realizado um bootcamp intensivo de sete dias, dividido entre 26 de abril e 7 de maio, no qual as participantes poderão criar, desenvolver e partilhar as suas ideias ou negócios e o respetivo plano de implementação. Já a segunda fase do Women4Climate, que decorrerá entre maio e setembro, é um programa de acompanhamento dividido em mentoria individual e personalizado, eventos de comunidade e networking.

Por fim, será no Demo Day, a decorrer no dia 8 de outubro, que 15 projetos serão selecionados para serem apresentados publicamente em modelo de pitch. Nesta sessão, o júri escolherá a vencedora que, além de ganhar 10 mil euros, terá acesso direto a uma incubação na Casa do Impacto, a rede de mentores e parceiros da Startup Lisboa, ao programa de Aceleração RISE e ainda a possibilidade de implementar o seu projeto no Município de Lisboa.

Tendo como promotores a Startup Lisboa e a Casa do Impacto, o Women4Climate é uma iniciativa que chega pela primeira vez a Portugal pela mão da Câmara Municipal de Lisboa, estando enquadrada na C40 Cities, uma rede mundial de cidades comprometidas com a adoção de ações climáticas. Este é um programa internacional de capacitação e de mentoria que tem como objetivo apoiar as mulheres responsáveis por projetos na área da ação climática e da sustentabilidade ambiental.