fbpx

Startups

Startup portuguesa conquista o 21º Prémio do Jovem Empreendedor

Improve Inovação, Startups 2019-12-05

Todos sabemos que, em grande parte dos casos, o processo inicial de recrutamento entre as empresas e os candidatos demora demasiado tempo. Foi a pensar nesta lacuna existente no mercado de trabalho que surgiu a Newton, uma startup portuguesa que desenvolveu um chatbot para facilitar todo o processo.

Tendo sido responsável por esta solução inovadora, que funciona através do chat do Messenger no Facebook, a Newton venceu o 21º Prémio do Jovem Empreendedor da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários. No total, esta startup vai receber 25 mil euros: dez mil para aplicar no capital social e 15 mil euros para serviços de formação, coaching, incubação, aceleração e networking. Para além disso, vai ainda ter a possibilidade de ser financiada pela Portugal Ventures, parceira deste Prémio.

Criado em 2018 por Hélder Silva e Rui Costa, em São Francisco, nos Estados Unidos, este projeto é uma solução tecnológica que combina o deep learning com o processamento de linguagem natural. Assim, o que se pretende é facilitar a vida das empresas no processo de recrutamento, ajudando também os próprios candidatos a encontrarem as ofertas de emprego mais apropriadas para o seu perfil e experiência.

Mas como é que este serviço funciona? É através da inteligência artificial e do processamento de linguagem natural que, no chat do Messenger no Facebook, a conversa se vai desenrolar. Desta forma, será possível chegar a uma lista reduzida dos melhores candidatos para a função, sendo todo este processo realizado em menos de 20 minutos.

No que respeita a financiamentos, a Newton já recebeu mais de 350 mil euros de investidores como a Universidade de Oxford ou a Will Group (um dos gigantes japoneses de recrutamento) tendo, no ano passado, sido avaliada em mais de 4,4 milhões de euros. Neste momento, a empresa está a expandir a sua atividade para a Europa e Ásia, incluindo Portugal e Japão, prevendo-se um retorno na ordem dos 10 milhões de euros no final de 2019. 

Na sua lista de clientes, a startup já conta com empresas como a Nike, a Uber, o YouTube e a Starbucks, bem como instituições de ensino superior como o MIT e as universidades de Harvard, Berkeley e Stanford.

O Prémio do Jovem Empreendedor foi criado em 1998 pela Academia dos Empreendedores da ANJE. Desde então já foram galardoados 44 projetos empresariais e os respetivos responsáveis, sendo estes, essencialmente, de base tecnológica e com intensidade de inovação.

Startup portuguesa vence prémio do maior consórcio da área da saúde no Mundo

Improve Inovação, Startups 2019-11-21

Em Portugal, quase metade da população apresenta excesso de peso e perto de um milhão de adultos sofrem de obesidade. Sendo um assunto que afeta uma grande percentagem de portugueses, o que diria se houvesse um aparelho que permitisse avaliar a gordura corporal de forma mais prática e eficaz? 

A verdade é que este dispositivo inovador já existe e foi desenvolvido pela portuguesa Wisify Tech Solutions, tendo ganho um prémio de 50 mil euros atribuído pela EIT Health, o maior consórcio da área da saúde no Mundo.

Patenteado nos Estados Unidos da América e em vários países europeus, o Lipowise é uma ferramenta que, para além de medir a espessura das pregas cutâneas, determinando a localização e a percentagem da gordura corporal, permite ainda conectar a informação recolhida com aplicações informáticas para uma análise mais detalhada dos dados.

A responsável por esta criação é a Wisify Tech, uma startup portuguesa fundada em 2018 e atualmente incubada na UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, que a desenvolveu a partir de uma tecnologia totalmente pensada e desenvolvida na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. 

Na primeira fase do programa Headstart Funding 2019 da EIT Health, a Wisify Tech foi distinguida com um prémio no valor de 40 mil euros. Já na segunda fase do mesmo concurso conseguiu arrecadar mais 10 mil euros. Será através destes montantes que a spin-off da Universidade do Porto poderá avançar com duas versões – Pro e Light – do Lipowise, servindo ainda para criar apps para Android e iOS e armazenar os dados numa plataforma cloud.
Englobando empresas de vários países europeus, como Itália, Grécia, Polónia e Portugal, o Headstart Programme da EIT Health tem como objetivo ajudar as startups e as PME’s a desenvolverem os seus projetos mais rapidamente, garantindo também os melhores resultados.

Spray português que substitui o plástico premiado em Bruxelas

Vivemos numa altura em que existe uma grande preocupação com a sustentabilidade ambiental, uma vez que o planeta Terra está a passar por uma situação de emergência causada, essencialmente, pelo Homem. Assim, a necessidade de apostar em soluções ecológicas e não poluentes tem uma importância cada vez maior.

Foi a pensar nesta situação que um grupo de portugueses criou um spray inovador para substituir o plástico na conservação dos alimentos e reduzir as embalagens, tendo sido premiado em Bruxelas, no concurso de Inovação Social da Comissão Europeia, com uma bolsa de 50 mil euros.

Sendo uma alternativa ao plástico, o SpraySafe é um spray composto por ingredientes naturais, sustentáveis e comestíveis que visa ser utilizado para conservar alimentos, mantendo as características da comida e evitando a oxidação e a contaminação da mesma. 

Assim, qual é o objetivo do SpraySafe? É substituir os plásticos e as películas que são utilizados nos alimentos depois de abertos, sendo uma alternativa de origem natural e mais eco-friendly.

Tendo sido desenvolvido por uma equipa de cientistas do Centro de Investigação de Montanha do Instituto Politécnico de Bragança, este projeto foi um dos três vencedores do Concurso Europeu de Inovação Social deste ano. Todos os vencedores receberão uma bolsa de 50 mil euros que servirá para criar soluções inovadoras para a promoção da reutilização e da reciclagem do plástico, incentivando a mudança de comportamento.

Para além desta solução inovadora destinada ao combate do plástico, foram ainda premiadas outras duas iniciativas de empreendedores da República Checa e de Espanha, que visam, respetivamente, a criação de um sistema de distribuição e comercialização circular de produtos alimentares e não-alimentares com embalagens reutilizáveis e a transformação de resíduos orgânicos em plásticos biodegradáveis através da ação de bactérias.

Fonte: https://pt.euronews.com/2019/11/11/spray-que-substitui-plastico-premiado-em-bruxelas

A televisão interativa do futuro é com a Viva Superstars

A Viva Superstars foi criada em 2011, após uma sessão de brainstorming entre dois dos fundadores, Eduardo Dias e Pedro Centieiro, sobre como tornar a transmissão de eventos desportivos ainda mais interativos para quem os vê através de um ecrã.

Para tal criaram a Magycal, uma plataforma que permite tornar a experiência de ver televisão ainda mais interativa, atuando como um segundo ecrã.

Através da criação de uma aplicação, um site ou até uma rede social personalizada, e de acordo com as necessidades de cada cliente, esta plataforma permite aos seus utilizadores interagirem com o conteúdo pretendido, seja através de comentários, votos ou outras formas de interação, em tempo real.

A Magycal permite ainda recolher e analisar vários dados estatísticos, decorrentes da utilização da plataforma, sendo possível compreender como os utilizadores se comportam.

Após os dados estarem tratados, é também possível desenvolver campanhas publicitárias segmentadas com base nas informações recolhidas.

A Magycal permite ainda a realização de compras e subscrições “in-app”, que podem ser pagas através diferentes serviços.

Através desta plataforma, a startup já desenvolveu vários produtos, alguns até já bastante conhecidos.

Depois do projeto “Viva Ronaldo”, que permitia aos fãs do jogador interagirem entre si, a Viva Superstars fez uma parceria com a Media Capital, onde desenvolveu várias aplicações de segundo ecrã para programas como “Você Na TV”, “Secret Story” ou “The Biggest Deal”, que permitia aos espetadores interagirem em tempo real como o que se passava na televisão.

Sendo o futebol uma peça fundamental para esta startup, a Viva Superstars tem ainda parcerias com várias empresas da área, como a Gestifute, a Polaris ou a Sport TV, estando neste momento a desenvolver uma aplicação para este canal de desporto, que tem já algumas funcionalidades disponíveis para todos os subscritores deste canal.

Startup cria Lota Digital

Com o objetivo de criar soluções tecnológicas que possam simplificar e melhorar a vida dos profissionais da indústria piscatória, a startup portuguesa Bitcliq, criada em 2013 por Pedro Manuel, tem investido o seu know-how em soluções para as frotas marítimas.

Read More