fbpx

Comunicação e Marketing

Orientações para um bom pitch (parte 2)

Prepare adequadamente cada pitch de acordo com esta checklist:

  1. Identifique o seu objetivo (vender um produto / angariar capital / …);
  1. Explique o que faz:

            – Foco no problema que resolve;

            – Sempre que necessário recorra a números /estatísticas;

            – Apresente de forma entusiasmante.

  1. Comunique os seus “Unique selling proposition”. O que faz do seu produto/serviço único;
  1. Envolva o interlocutor / audiência com questões;
  1. Pratique, pratique, pratique.

A que perguntas deve responder?

  1. O que fazemos? Qual a necessidade que satisfazemos?
  1. Quem é a equipa de gestão?

            – Não uma biografia completa.

  1. Produto / Serviço – Benefícios e Vantagens

            – Como é que o produto / serviço resolve o problema;

            – Qual o feedback dos potenciais clientes.

  1. Qual a dimensão do mercado? Está o mercado já preparado?

            – Identificar o segmento prioritário;

            – Qual o contexto atual que leva a acreditar que é o tempo certo para o projeto iniciar-se;

  1. Qual a abordagem comercial?
  1. Onde estamos agora? O que foi feito?

            – Clientes, parcerias, propriedade industrial, eventuais receitas,..

  1. Como seremos grandes no futuro? Qual a visão?
  1. Qual a concorrência?
  1. Quais as projeções financeiras?
  1. Qual o montante do financiamento procurado?

Tenha consciência que os investidores esperam que o empreendedor…

  • Traga uma boa ideia;
  • Ofereça um plano de negócios consistente;
  • Apresente claramente o seu projeto, de forma fundamentada e concisa;
  • Demonstre fascínio pelo sucesso empresarial do seu projeto e paixão pela sua ideia;
  • Revele-se humilde, procurando parcerias nas áreas em que não é competente;
  • Mantenha os pés bem assentes no chão;
  • Esteja disposto a prestar contas de cada passo dado pela empresa;
  • Valorize a aprendizagem contínua nas áreas de estratégia e de gestão.

A Inovação em tempo de férias

Não, hoje não vos venho falar de nenhuma ideia inovadora para um negócio de verão. Numa altura do ano em que grande parte dos empreendedores e empresários se encontram de férias a descansar mas certamente também a pensar sobre como fazer crescer os seus negócios nos próximos meses, o propósito deste texto é deixar algumas ideias e sugestões para mais e melhor inovação. Mas comecemos pelos constrangimentos atuais.      

A meu ver são três os principais obstáculos à inovação em Portugal:

  1. Dificuldade em competir e inovar em escala;
  2. Competências e capacidade para gerir a inovação;
  3. Capacidade financeira para executar projetos.

 

Quais então as soluções para estes problemas?

1) Conectar Empresas. Através da promoção da importância da colaboração em rede e/ou fusão formal de empresas enquanto veículo de criação de escala competitiva. Isto passa por:

  • Potenciar as associações setoriais enquanto dinamizadoras de “missões de inovação”;
  • Utilização de ferramentas de auto-diagnóstico das capacidades e desempenho de inovação por parte dos clusters de competitividade, como forma de suportar a definição das suas estratégias de inovação;
  • Promover o crescimento inorgânico por via de fusões e aquisições de empresas, aumentando a sua capacidade competitiva e escala.  

 

2) Capacitar Pessoas. Aumentando a diversidade e especialização de competências técnicas e organizacionais nas empresas, com vista ao reforço da sua capacidade de inovação. Isto passa por: 

  • Criar um programa de estágios profissionais (IEFP) direccionados para funções de IDI;
  • Definir um programa de mentoring que permita agir e capitalizar os conhecimentos no quadro da gestão de IDI.

 

3) Captar financiamento. Através da diversificação de fontes de financiamento e capacitar empresas para o recurso a estes instrumentos. Em simultâneo, aumentar a abrangência do acesso a fundos comunitários. Será então importante:

  • Criar condições para que os incentivos financeiros do Portugal 2020 cheguem a um espectro mais alargado de empresas;
  • Divulgar e capacitar empresas para o acesso a programas de incentivo da Comissão Europeia e outros organismos internacionais;
  • Criar um mercado de capitais direccionado para PME em fase de expansão.

 

Booking Rural: Uma plataforma 100% nacional e virada para o mundo rural

Podia ser mais um portal de alojamentos, mas o Booking Rural quer ser mais. A plataforma, uma ideia 100% nacional, destina-se a todos os interessados em apostar na divulgação dos seus produtos, serviços, alojamentos ou material promocional, seguindo o mesmo fio condutor: pertencer ao mundo rural. E tudo isto através de uma plataforma que permite a pesquisa rápida e a marcação igualmente célere.

Read More

Guess What e Improve criam fundo de um milhão para start-ups

Renato Povoas - Managing Partner Comunicação e Marketing 2016-01-21

Guess What, em parceria com a Improve, empresa do grupo Guess What, acabou de criar um fundo de um milhão de euros, a distribuir nos próximos quatro anos por start-ups com ADN inovador e, tendencialmente tecnológico. Os fundos serão alocados em serviços de comunicação e inovação, destacando-se o apoio ao nível da comunicação, processos de internacionalização, obtenção de financiamento, inovação e transformação do negócio, registo de patentes, entre outros relevantes ao crescimento das start-ups apoiadas. A contrapartida deste apoio prevê a cedência de uma percentagem da sociedade ao grupo Guess What, a rever após quatro anos.

Este investimento prende-se com dois aspetos: a crença, da Guess What, no desenvolvimento empresarial através da inovação e, em muitos casos, de base tecnológica, que permitem adicionar valor ao ecossistema de negócio, entre parceiros e, por fim, ao consumidor. Por outro lado, acredita que estas empresas, que arriscam iniciar-se num ambiente económico e empresarial tão desafiante como o atual, têm provavelmente um tremendo potencial para fazer a diferença e estão dotadas de um forte know-how técnico, mas apresentam por vezes lacunas ao nível de recursos complementares à atividade que empresa pretende suprir, com os apoios previstos neste fundo.

A Guess What vai selecionar e apoiar o desenvolvimento de empresas com estas características e necessidades, com a certeza de que, através deste modelo de colaboração, serão parceiros de boas estórias empresariais de sucesso.

Fonte: Meios e Publicidade

Improve.png

 

Cortilejo, comunicação é inovação

Renato Povoas - Managing Partner Comunicação e Marketing 2015-06-11

Inspirados na cortiça e no azulejo, criaram um produto que é uma montra de inovação. A PME Rui Matias é uma das finalistas do Prémio Inovação NOS.
O Cortilejo surge com o objetivo de comunicar uma empresa, a Rui Matias.

A Rui Matias sempre fez magia mas tinha uma lacuna relativamente à sua comunicação, o Cortilejo surge, não primeiramente enquanto produto mas enquanto teste alicerçado numa estratégia de comunicação, ou seja, como base, tem uma tecnologia, é uma forma de trabalhar o MDF com a cortiça, já percecionada pela Rui Matias há sete anos.

Enquanto jóia de todo este trabalho, só “vem colocar no mundo”, esclarece Alexandre Amorim, gestor de inovação da empresa.

O Cortilejo resulta da fusão de dois dos maiores símbolos portugueses: a azulejaria tradicional portuguesa e a cortiça. Alexandre Amorim explica: “O resultado é uma peça fiel, quer nas dimensões do azulejo, quer nos padrões culturais.”

Portugueses no espaço?

Renato Povoas - Managing Partner Comunicação e Marketing, Telecomunicações e Tecnologia 2015-05-21

A empresa portuguesa Load Interactive venceu o Space Apps Challenge 2015, organizado pela NASA , na categoria “Most Innovative Use of ‪#IBM‬ Bluemix”. A equipa de Aveiro criou a aplicação móvel Space Stuff, que convenceu o júri deste concurso internacional.

A Load Interactive criou em 36 horas uma app, para dispositivos móveis, que permite aos utilizadores interagir com os astronautas. Através dela, é possível encontrar o ‪astronauta através de realidade aumentada, comunicar com ele via Twitter e saber mais sobre o próprio astronauta.

International space apps